CINEMA
CONTRA
O GOLPE

Uma memória do documentário
político brasileiro recente 

Textos sobre filmes que registraram, analisaram, criticaram, denunciaram

ou contestaram o

processo político brasileiro

entre 2013 e 2018

   Pesquisa, organização e edição

Carlos Alberto Mattos

L9999878b 2.jpg

Foto: Zeca Guimarães

Este site foi concebido para desktops e notebooks.

Em celulares e tablets, funciona melhor  no "modo computador"

Veja a live de lançamento do site-livro em 31.8.2022

Apresentação

Há exatos seis anos do lançamento deste site-livro, era o dia 31 de agosto de 2016. Uma sessão do Senado concluía o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, consolidando o que entrou para a história como um golpe de natureza parlamentar, jurídica e midiática pela ausência de crime de responsabilidade que o justificasse.

 

O cinema brasileiro não demorou a dar sua resposta àquele atentado à democracia e ao estado de direito.

 

Se o cinema de ficção não se reportou diretamente aos eventos, os documentários forneceram uma ampla cobertura e discussão dos fatos que antecederam, caracterizaram e se sucederam ao golpe. Aqui estão abordados 44 filmes que registraram, analisaram, criticaram, denunciaram ou contestaram o que se passava no país desde as manifestações de junho de 2013.

 

Entre filmes de observação, de explanação e de intervenção direta, esses documentários cobrem o período de 2013 a 2018. Aí se incluem as Jornadas de Junho, a operação Lava Jato, a perseguição a Lula, o processo de impeachment, o governo Temer, as revelações da Vaza Jato, a ascensão da extrema-direita e a eleição de Jair Bolsonaro.

As abordagens incluem os papéis do Congresso, do Judiciário, da mídia, das militâncias e de uma sociedade dividida entre a

opção pela democracia e as tentações autoritárias que perpetuam o pensamento escravista e patrimonialista no Brasil.

Há produções de várias regiões do país e também algumas oriundas do exterior. Todos os 48 títulos aqui abrangidos se posicionam contra o autoritarismo e o fascismo, ainda que alguns possam expor críticas à esquerda. Não estão contemplados os filmes produzidos pela extrema-direita, que obviamente se colocavam a favor do golpe de 2016.     

 

Da mesma forma, não foram incluídos os filmes realizados a propósito do governo Bolsonaro especificamente quando não remontavam a suas origens nos anos anteriores a 2018.   

 

A cada filme se referem de um a quatro textos de autores diferentes, entre críticos, jornalistas, articulistas, ativistas e cineastas. Tal como os filmes, os textos também variam do simples comentário à discussão crítica e ao engajamento mais explícito. Para acessá-los, basta clicar no respectivo cartaz ou no título que consta logo abaixo. O último cartaz leva a um pequeno grupo de textos que analisam conjuntos de filmes

 

Na parte mais inferior desta página encontra-se uma lista de segmentos a que os filmes aludem no âmbito do processo político aqui considerado.

 

Agradeço a todos os autores e respectivas publicações que concordaram com a reprodução dos textos neste site-livro. Aos poucos que eventualmente não consegui contatar ou obter resposta, peço que me comuniquem caso não queiram autorizar.

Carlos Alberto Mattos

carmattos.g@gmail.com 

 
 
 

Segmentos

Visões amplas

A Fantástica Fábrica de Golpes

A Nossa Bandeira Jamais Será Vermelha

A Trama

Brasil em Transe

Brasil: O Grande Salto para Trás

Democracia em Vertigem

El Odio

Encantado – o Brasil em Desencanto

Esquerda em Transe

Fora da Bolha

Golpe

Lula Lá: de Fora pra Dentro

Manifesto Fílmico

O Mês que Não Terminou

O Povo Pode?

Junho de 2013

20 Centavos

Com Vandalismo

Desde Junho

Diário Ordinário

É Tudo Mentira

Junho de 2013 – O Começo do Avesso  

Junho: o Mês que Abalou o Brasil

Lula Lá: de Fora pra Dentro

O Mês que Não Terminou

O que Resta de Junho

Operações de Garantia da Lei e da Ordem 

Rio em Chamas

Sem Partido

Vozerio

Impeachment de Dilma

A Fantástica Fábrica de Golpes

A História do Golpe

Alvorada

Brasil em Transe 

Brasil: O Grande Salto para Trás

Democracia em Vertigem

El Odio

Excelentíssimos

Filme Manifesto – o Golpe de Estado

Golpe

Já Vimos Esse Filme               

O Muro

O Processo

Tchau Querida

Um Domingo de 53 Horas

Fora Temer

Diário Ordinário

Ressaca

 

 

Ascensão da extrema-direita

Abismo Tropical

Bloqueio

El Odio

Entre os Homens de Bem

Excelentíssimos

Intervenção

Intolerância.doc

O Mês que Não Terminou

República das Saúvas

 

 

Eleições de 2018

A Trama

Bolsonaro e Adélio – Uma Fakeada no Coração do Brasil

Fora da Bolha

Sementes – Mulheres Pretas no Poder

 

 

Mídia

A Fantástica Fábrica de Golpes

A Nossa Bandeira Jamais Será Vermelha

A Trama

Desde Junho

É Tudo Mentira

 

 

Prisão de Lula

580 Dias: A Prisão e a Volta Triunfal de Lula

A Trama

Democracia em Vertigem

Lula Lá: de Fora pra Dentro

 

 

Lava Jato e Vaza Jato

A Grande Farsa: Como Moro Enganou o Brasil e Ficou Rico

A Trama

Amigo Secreto

Delgatti – O Hacker que Mudou a História do Brasil

 

 

Olhar estrangeiro

Brasil: O Grande Salto para Trás  

El Odio

Encantado – O Brasil em Desencanto

Sobre o organizador

Carlos Alberto Mattos é crítico e pesquisador de cinema.

Autor de livros sobre os cineastas Eduardo Coutinho, Vladimir Carvalho, Jorge Bodanzky, Maurice Capovilla, Mário Carneiro, Walter Lima Jr. e Carla Camurati, além de "Cinema de Fato - Anotações sobre Documentário".

Conheça também o seu site-livro "Paisagens do Fim"

e o seu blog carmattos

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram